Notícias

Farol de Vila Real de Santo António - 96 anos

 dsc4209

Com uma torre de 46 metros, uma escadaria com mais de 220 degraus e um alcance de 48 quilómetros, é um marco na costa leste do Algarve, servindo ainda hoje como ponto de referência à navegação de embarcações em águas portuguesas e espanholas.

O farol de Vila Real de Santo António entrou em funcionamento em janeiro de 1923, após largos anos de discussão quanto ao método de construção, visto estar localizado num local arenoso.

Foi-lhe instalado um aparelho lenticular de «fresnel de 3ª ordem», grande modelo, cuja rotação era produzida pela máquina de relojoaria e tinha como fonte luminosa a incandescência pelo vapor de petróleo.

Em 1927 foi eletrificado através da montagem de grupo motor gerador, funcionando a petróleo. A fonte luminosa passou a ser uma lâmpada de 3000 watts.

Foi ligado à rede elétrica de distribuição pública, em 1947. Na rotação do aparelho, a máquina de relojoaria deu lugar aos motores elétricos.

Em 1957 foi-lhe instalado um elevador para acesso à torre, tendo em 1960 sido substituídos os geradores de corrente contínua por alternadores.

Em 1983 a potência da lâmpada foi reduzida para 1000 watts, tendo sido automatizado em 1989 com o sistema modelo D.F.

Do alto da torre, tem-se uma vista soberba que alcança a serra e o mar, o litoral da Andaluzia, o Rio Guadiana, a mata nacional das dunas litorais, assim como a baía de Monte Gordo.

Pode ser visitado às quartas-feiras à tarde.